© 2016 por RICARDO CAMPOS.  com Wix.com

Sobre

Batuque Cello

O grupo foi idealizado em 2016 pelo violoncelista, contrabaixista e compositor, Ricardo Campos. A partir das práticas artísticas realizadas nas disciplinas de Música de Câmara e da Roda de Choro do curso de graduação em Música da UEMG, Ricardo se dedica à prática do violoncelo na música popular brasileira, juntamente, com a influência musical do grupo Cello Samba Trio, do violoncelista Jaques Morelenbaum, o que suscitou na formação do quarteto com os violonistas Leonardo Araújo, André Oliveira e o percussionista Daniel Guedes.
   Desde então, o Batuque Cello se apresenta em projetos e espaços de música experimental belorizontina com destaque pela originalidade do seu repertório com arranjos contemporâneos de clássicos da música popular brasileira.
  O quarteto foi um dos selecionados, por voto popular, para participar do projeto “Ensaio Aberto” do Museu Gerdau, também selecionado no edital “Muitas Culturas nos Campi - UFMG 2016” no projeto “Ao cair da tarde”, Mostra de Arte Negra Aquilombô (palco Imune), Música & poesia - CCUFMG e Encontro Cultural de Milho Verde-MG_2017. 
    Tendo como protagonista o violoncelo, o grupo Batuque Cello realiza uma performance diversa em ritmos, timbres, sotaque e suingue, trazendo em seus arranjos o lirismo dos violões e a requintada percussão brasileira, sendo um verdadeiro convite ao público a se envolver emocionalmente a ponto de assobiar uma melodia ou até mesmo batucar timidamente com as mãos aonde quer que esteja.

Batuque Cello lança em 2018 o seu álbum intitulado “Alumiado” e que contempla um repertório com músicas de jovens compositores contemporâneos da cena instrumental mineira.